Crônicas, pensamentos e, tentando não dizer tantas bobagens.

Arquivo para julho, 2015

Entrelaçados

Sue Elliot_01  9.08.10, 9/8/10, 3:45 PM,  8C, 5998x7987 (0+0), 100%, Capture Curv_0,  1/20 s, R81.3, G56.0, B77.7

Assim todos os mistérios se foram e, finalmente, a cobra revelou-se pano. O louco, aos prantos, enxergou que tudo aquilo que o preocupa sempre fora combustível para um único objetivo: Existir em movimento. E a águia, do topo da montanha, permanecia imóvel observando o Bodhi entrelaçar- se a Figueira enquanto suas folhas, carregadas pelo vento, continham todas as ilusões que um dia serviriam de fonte de energia para “os outros” que iniciavam sua jornada. A águia sabia que muitos matariam pelas folhas, porém, o louco refletia em seu semblante que a morte fora vencida. A águia sorria e ambos foram abraçados pelo vento revelador que expunha que “os outros” sempre foi uma unidade de medida da distância, e que, tal distância, é um mero ponto de vista equivocado pela ignorância.

Nuvem de tags