Crônicas, pensamentos e, tentando não dizer tantas bobagens.

Sobre…

Sou como os patos: Nadam, andam e voam, porém, são desajeitados em todos estes.

Vivo como num pesadelo junguiano; na mesa de um bar imaginário, na companhia de Bukowski, cujo garçom é Dostoievski e o velho dono do estabelecimento é Nietzsche.

Ao fundo, Beethoven disputando a música com Sistem of a down enquanto Shakespeare conduz a clientela para dentro. Porém, as pinturas nas paredes podem refletir muito melhor a realidade do ambiente, mas estas eu prefiro não comentar…

Comentários em: "Sobre…" (17)

  1. Eu que fiquei mais curiosa ainda. Todo escritor é curioso também? Será? Obrigada pela visita.

    Roubei essa primeira frase tua. Me sinto assim. Bem assim…

  2. Obrigada pela visita e claro passei aqui para desvendar também você nas palavras… rs
    Que loucura boa, aqui me identifiquei com o que diz, poxa, não é fácil se sentir estranhamente estranho, “lost” perante meros mortais de máscaras e fantasias, ou não, apenas o clichê – preciso ser aceito pelas normas da Sociedade! ; e assim, vejo que não sou a estranha, pelo contrário, estranhos são eles que são o que esperam que fossem e não como sou, vivo assim sem máscaras, apenas vivo do meu jeito, à minha maneira 🙂
    Seja bem-vindo, nem tudo está perdido!!!!!

    Pathy

    • Olá!
      Muito obrigado pela visita e por se dispor a comentar.
      Fico feliz por saber que se identificou. Seja bem-vinda também! 🙂

  3. Tenho acompanhado seus textos e concordo em boa parte. E vamos caminhando por este planeta (não tão) azul, descobrindo, tentando, vivendo. Parabéns pelo blog.

    • Obrigado! Surpresa boa… Também tenho acompanhado seu blog. Ainda bem que não concordamos em tudo, não é?

  4. Bia Symas disse:

    hahahahhahaha
    simplesmene excepcional!
    Você seria uma das pessoas que se vale a pena ter umas horas de conversa, num pub à tarde, regada a chá e gargalhadas, onde se comentaria as ironias da vida e da passividade dos dias.

  5. Estou impressionada e lisonjeada por ter você como leitor. Existem milhares de Blogues e como você foi achar o meu? Em tempo vou ler tudo e mais uma vez obrigada. Será que foi trote virtual?

    • Por que “trote virtual”? Sou seu leitor, com prazer.
      Não há razão para se sentir lisonjeada ou impressionada. Não sou melhor nem pior que ninguém.
      Tá… Às vezes sou um pouco pior (mas não conte pra ninguém).
      Obrigado pela visita e comentário! 🙂

  6. Que descrição mais fantástica!

  7. Que escritor mais engimática… Uau, mexendo com a mente das leitoras ávidas por misteriosos seres do além.. Mesmo que sejam os de carne e osso que vivem perambulando na terra… Rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: